Como me tornei insensível

Uma das leituras sugeridas pela minha orientadora Elaine Tedesco é o livro sobre a obra de Jorge Soledar “Como me tornei insensível’ [That’s how i became insensitive]

Seguem alguns pontos interessantes que resumi deste livro >

_usar o corpo é tão banal quanto as roupas e o ambiente ao redor. p.12

_acúmulos > imobilidade > reação no outro

_maleabilidade  x  materialidade industrial  > importância da geometria nas composições.

_arquiteturas pessoais: o corpo desenha o espaço: corpo-linha p.14

_possibilidade de verticalidadee p.16

_corpos como medida humana > partindo de uma imprecisão de medidas convencionais \\ espaço-tempo-corpo > medidas para o corpo \ imperfeição  p.23

_pessoas são diferentes de galerias > como corpos reagem na presença de outros corpos  p.28

_o espaço é um corpo que se redefine a partir da presença do outro corpo_

_o corpo é matéria que se molda a partir da relação com outros elementos que constituem a obra. p.30

_#cooltips das referências > Michael Fried, 1967 Objetchood and art >teatralidade x arte \\ experimentações e experiências.

VIDEO-SOLEDAR.gif

{ENJOY THE READING]

DENICORSINO

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s